Criar uma Loja Virtual Grátis
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Respondo Tudo
Respondo Tds Perguntas Sobre Pragas
Acredito
Duvido
Ver Resultados
  • Currently 2.92/5

Rating: 2.9/5 (38 votos)

ONLINE
1

Partilhe esta Página

Rato - Biologia e Comportamento dos Ratos
Rato - Biologia e Comportamento dos Ratos

Rato - Biologia e Comportamento dos Ratos. 11-4119-0219

 

ROEDORES (ratos)

Os ratos pertencem a Ordem Rodentia, que abrange todos os roedores em geral. São mais de 1.700 espécies distribuídas em todo o mundo, cerca de 125 estão classificadas como pragas, mas existem 3 de muita importância para o homem.

São elas: Rattus rattus, Mus musculus, Rattus norvegicus, sendo que estas espécies costumam ocorrer isoladamente, porém em algumas situações podemos haver até duas espécies infestando uma mesma área.

Desde os tempos remotos do Egito e da Mesopotâmia os ratos sempre conviveram com o homem tanto no campo como nas cidades, e sendo chamadas de espécies sinantrópicas, devido à convivência com o homem, contra a vontade dele, claro!.

A Organização Mundial da Saúde estima que existem prejuízos na ordem de US$ 10,00 para cada roedor e se crê na existência de até 3 roedores por habitante. No caso do Brasil que possui hoje, cerca de 210 milhões de habitantes(2019), o prejuízo anual esperado está acima de Uns US$ 5,0 bilhões.

Os Ratos competem diretamente com o homem por alimentos, pois atacam culturas e produtos armazenados.

São estimados perda anual de até 8 ou 9% da produção mundial de cereais e raízes, estima-se também que cada roedor consuma por dia o equivalente a + ou - 10% do seu peso.

Considera-se que as perdas podem ser maiores se levarmos em conta a contaminação dos alimentos por urina e fezes e o desperdício pelo rompimento de sacarias e outras embalagens. Isso também acontece com os farelos e rações animais.

Os países importadores, que impõem rígidos níveis de higiene, podem condenar muitas toneladas de alimentos, pela simples presença de algumas poucas quantidades de excrementos, acarretando muitíssimos prejuízos.

Diversos setores da cadeia produtiva agropecuária também sofrem a ação destes animais (roedores), como indústrias de aves e suínos, refinaria de óleo, usina de álcool/açúcar, fábrica de ração, granja, loca de armazenamento, lavouras e até pequenas criações.

Os Roedores podem acarretar outros problemas como os acidentes devido aos danos causados em fios/cabos de máquinas e instalações elétricas em todos os seguimentos industriais e residenciais.

Ruídos e chiados em ligações telefônicas muitas vezes, tem a ver com os ratos. Cabos e fios estragados perdem a capacidade de transmissão e ficam sujeitos a umidade e ação de outros agentes, como as formigas. Muitas instituições vêm pesquisando alguns materiais resistentes a ação dos roedores. O revestimento de cabos com fibra de vidro desestimula o roedor, uma vez que as farpas de fibra machucam a boca dos mesmos. Os ratos têm a necessidade de roer, para gastar seus dentes que crescem incessantemente. Os ratos são ainda responsáveis pela transmissão de inúmeras doenças ao homem.

A Organização Mundial da Saúde já catalogou aproximadamente 200 doenças transmissíveis, destaca-se a leptospirose, tifo, peste bubônica, febre hemorrágica, salmonelose, nefrite epidêmica, sarnas, micoses, helmintíases entre outras.

Os ratos (Rattus norvegicus e Rattus rattus) urinam muitas vezes ao dia e em pequenas quantidades, aproximadamente 40 vezes. Com esta informação e estes sendo considerados vetores de doenças, podemos calcular quantos possíveis focos de contaminação estariam disseminados por todos os ambientes aonde passam.

Rato - Biologia e Comportamento dos Roedores (Ratos). Grupo AsA. 11-97015-1919-zap